Edifício Uptown

Este projeto foi concebido para um edifício residencial de 2 e 3 quartos com a premissa de se utilizar alvenaria estrutural no bloco dos apartamentos, fazer a garagem acima do nível do solo e com arquitetura diferenciada para atender as demandas da construtora.

O terreno se localiza na esquina da rua Regina Gomes Bergamini com a Rua Danilo
Guerra e possui dimensões de 45m x 45m totalizando uma área de 2.025m2.

Além de seguir as demandas da construtora, o partido arquitetônico valorizou tanto o aspecto
volumétrico da edificação, bem como sua implantação no terreno em função da orientação solar, posição da área de lazer e acessos ao terreno.

Vimos neste projeto a oportunidade de se fazer um projeto diferente e interessante usando o sistema de alvenaria estrutural. Tínhamos em mente fazer um edifício com volumetria marcante e elegante que contribuísse para a paisagem da cidade de economia pujante de LEM.

O partido arquitetônico proposto foi resultado do agrupamento escalonado dos apartamentos em blocos verticais de 2 e 3 quartos sobre um embasamento que abriga as garagens, áreas comuns e de lazer, bem como os acessos ao condomínio.

Para dar mais elegância e marcar o acesso principal do condomínio, soltamos o edifício do chão criando um pilotis com pé-direito duplo na entrada, resultando numa praça pública ajardinada de frente à esquina das ruas. Este gesto cria uma relação de gentileza entre a construção e seu entorno. Para valorizar ainda mais a esquina, voltamos às varandas dos apartamentos vazados deste bloco de 3 quartos, que é corado com um dúplex para a rua, pois traria mais dinâmica à fachada além de profundidade e luz. Tanto de dia quanto de noite a esquina seria valorizada.

Outro aspecto relevante para realçar a elegância e leveza foi o partido escalonado do edifício. Como já tínhamos o pedido de terraços descobertos, vimos nisso outra oportunidade de se fazer rooftops privativos que marcaram as fachadas do edifício. Além do escalonamento volumétrico, marcamos a volumetria com texturas e cores distintas (preto, terracota e branco) para realçar mais a ideia.

As premissas que basearam o projeto foram:
- Uso de alvenaria estrutural no bloco dos apartamentos;
- Garagem acima do nível do solo e com acesso direto pela rua;
- Estrutura convencional de pilares e vigas de concreto nas garagens;
- Posição do edifício junto à rua Danilo Guerra para valorizar as vistas dos
apartamentos voltados para o poente e para a área de lazer;
- Dinamicidade da volumetria do edifício com o escalonamento dos
apartamentos para implantar terraços das coberturas;
- Zoneamento das funções do edifício com volumetria, texturas e cores nas
fachadas;
- Destaque do hall de acesso de pedestres com pé-direito duplo e pilares
valorizando a verticalidade do edifício;
- Valorização da fachada principal da esquina com abertura das salas para as
varandas dos apartamentos de canto de 3 quartos.



Local: Brasília - DF
Cliente: Privado
Data do projeto: 2022
Área do projeto: 5256,00m²
Área do Terreno: 2025,00m²
Equipe: Rodrigo Biavati (autor); Matheus Carvalho, Isabella Ghiraldo, Maria Eduarda Azambuja e Gabriel Montenegro (colaboradores)
Projeto desenvolvido em coautoria com escritório PAVTO arquitetos associados
Imagens: MHB STUDIOS e Matheus Carvalho

Cliente: Privado
Projeto: 5256,00 m² | Terreno: 2025,00m²
Luis Eduardo Magalhães/BA - 2022